A primeira unidade do Hospital Israelita Albert Einstein foi fundada pela comunidade judaica de São Paulo, em 1955. Quer saber mais? Confira aqui.

Hospital Albert Einstein: tranquilizante de ponta

Se as escolas (existem muitas nas redondezas) são um referencial para a qualidade de um bairro, bons hospitais são os mais eficazes tranquilizantes.

O complexo Hospital Albert Einstein.
Crédito: noticias Uol/Google Image.

E a primeira unidade do Hospital Israelita Albert Einstein, fundada pela comunidade judaica de São Paulo em 1955, está logo ali. 

Considerado o mais moderno hospital da América Latina, o Albert Einstein é a primeira instituição de saúde fora dos Estados Unidos a ser reconhecida pela “Joint International Commission” – a certificadora de serviços de saúde mais importante do mundo.

O hospital reúne uma equipe de profissionais capacitados para tratar as principais patologias e atuar nas áreas de medicina de alta complexidade; está envolvido em um seríssimo trabalho de pesquisa em várias áreas da medicina; e presta um comprometido trabalho social em parceria com a Prefeitura de São Paulo, com 12 unidades básicas de saúde (UBS) e 4 unidades de Assistência Médica-Ambulatorial (AMA) em algumas comunidades.

Sala de cirurgia de alta complexidade.
Crédito: einstein.br

Hospital Israelita Albert Einstein: promessa de faculdade de medicina 

O Hospital preocupa-se com a formação de profissionais de saúde, oferecendo de curso de Graduação em Medicina e Enfermagem à Pós Graduação, Residência, Aprimoramento, Atualizações, além de Cursos Técnicos e Ensino Médio integrado ao Técnico. Há altíssima expectativa de exemplares profissionais formados pela nova faculdade de medicina.

Para saber mais, veja: https://ensino.einstein.br/graduacao_em_medicina_gradtp1/p

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami