Highlights Alto de Pinheiros

Foi a companhia City, a mesma que desenvolveu os bairros dos Jardins, Pacaembu e Cidade Jardim, que começou, na década de 1930, a urbanização do Alto de Pinheiros, mais um bairro-jardim.  

O conceito de Alto de Pinheiros sempre foi construir um bairro horizontal verde – e talvez ele seja o mais verde de São Paulo – e estritamente residencial. 

Prédios de Alto de Pinheiros cercados de árvores
Alto de Pinheiros, um jardim cercado de prédios.
Crédito: pt.wikipedia.com

Seguindo o modelo europeu, com uma grande praça central, a Praça Panamericana, com o papel de uma rotatória de onde saem várias avenidas largas que levam a diversos pontos da cidade e envolvem o bairro e suas ruazinhas que desembocam em pracinhas, e seguem serpenteando até contornar outra praça e alcançar as avenidas. 

Qualidade de vida, sombra e ar fresco é o que se encontra em Alto de Pinheiros. Sabiamente, o bairro soube preservar seu miolo criando uma espécie de bolha residencial, deixando os altos edifícios e o comércio a uma distância segura de suas ruas. 

Visão dos prédios de Alto de Pinheiros ao redor de árvores
A massa verde tem ao fundo a cidade
Crédito: wikipedia.org

Colégios (entre os melhores da cidade), empresas, lojas, museus, restaurantes e serviços em geral ocupam as avenidas, ou os bairros vizinhos, como a Vila Madalena, o Baixo Pinheiros e a Vila Leopoldina (onde, por algum tempo, ainda está o Ceagesp), os três muito perto e repletos de possibilidades. 

A ciclovia permanente da Marginal do rio Pinheiros, com mais de 21 quilômetros de extensão; as ciclofaixas para pedestres da Avenida Professor Fonseca Rodrigues e a e aquela que liga o Parque Villa-Lobos ao final da Faria Lima fizeram do Alto de Pinheiros um dos bairros preferidos e mais valorizados das classes mais altas.

Checklist de Alto de Pinheiros

O que é que esse bairro tem? Além do verde, da localização, do perfil estritamente residencial e dos moradores classe A, em poucas palavras veja o checklist

Colégios tradicionais e a melhor universidade da cidade 

  • Escola Alfa; 
  • Colégio Santa Cruz; 
  • Colégio Vera Cruz;
  • Colégio Palmares;
  • Colégio Oswald de Andrade (na vizinha Vila Madalena);
  • Fica a poucos minutos da USP.

Atrações do bairro

  • Parque Villa-Lobos; 
  • Eco Fit Clube;
  • Bio Ritmo; 
  • Anhembi Tênis Club; 
  • Team Tenis;
  • Clube Alto de Pinheiros;
  • Shopping Villa-Lobos; 
  • 21,5 km de ciclovias; 
  • 268.620 m² de praças.

 Supermercados úteis na vizinhança: 

  • Pão de Açúcar; 
  • Minuto Pão de Açúcar; 
  • Natural da Terra; 
  • St. Marche; 
  • Carrefour

Farmácias que trabalham 24 horas 

  • Drogasil;
  • Droga Raia; 
  • Drogaria São Paulo.

Bancos 

Agências de todos os maiores do país.

O parque e a praça de Alto de Pinheiros

Tanto o Parque Villa-Lobos quanto a Praça do Pôr-do-Sol são dois programas imperdíveis. 

O embrião da ideia de transformar uma imensa área abandonada, ocupada por entulho, a beira da Marginal do rio Pinheiros, no Parque Villa-Lobos, um imenso parque aberto ao público, teve início nos anos de 1987, data do renomado maestro brasileiro Heitor Villa-Lobos.  

Em 1989, o projeto começou a sair do papel para, em 1994, o Parque Villa-Lobos ser entregue ao público. São 732 mil metros quadrados de terrenos com bosques com espécies da Mata Atlântica. 

O parque também tem ciclovias, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica, playground, pista de cooper, de patins e skate e tabelas de street basketball.  

Várias atividades acontecem dentro do Villa, como o Vai pela Sombra, trilhas para fazer caminhando por dentro do bosque, o Circuito das Árvores, uma passarela de onde é possível admirar as árvores e os pássaros.

O Orquidário Ruth Cardoso, e o Ouvillas, espaço ao ar livre com taludes e bancos para quem quiser curtir os shows musicais.  

O anfiteatro aberto tem 750 lugares e recebe shows como dos Paralamas do Sucesso com a Orquestra Sinfônica de São Paulo. O Parque também tem uma biblioteca com vasta programação e entrada pela av. Queiroz Filho, 1205, tel. (11) 3024-2500 

Onde: Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001, tel. (11) 2683-6302 

O pôr-do-sol mais disputado da cidade 

A Praça Pôr-do-Sol, no alto do Alto dos Pinheiros (como era chamado o bairro), tem uma posição tão privilegiada que é plateia para os mais bonitos pores-do-sol da cidade. O apelido não é à toa, já que a praça se chama Coronel Custódio Fernandes Pinheiros.  

Praça Pôr-do-Sol, antes do sol, no Alto de Pinheiros
A praça antes do sol.
Crédito: voltologo.net

Esse tapete verde com edifícios ao fundo é o lugar perfeito para caminhar, correr, malhar, meditar, se aquietar e curtir, com uma galera das mais diferentes tribos, o sol se esgueirando entre os prédios e criado um espetáculo único e diferente a cada dia. 

Onde: Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro, 334

A vista da praça.
Créditos: Getty Images/iStockphoto/Julio Ricco

As flores de Alto de Pinheiros

Mesmo muito perto do Ceagesp, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, o paraíso do abastecimento da cidade e sua Feira de Flores, e das inúmeras floriculturas nas ruas a volta do antigo Ceasa, Alto de Pinheiros também tem suas flores… 

Ateliê de flores

O Ateliê de flores faz buquês para noivas com flores artificiais permanentes, feitas com tecidos delicados e tão perfeitas que parecem verdadeiras, e também arranjos para igreja, festas, madrinhas, daminhas e tudo que envolve a magia da data. 

Onde: Av. Diógenes Ribeiro de Lima 2576, tel. (11) 99446-0659. 

Buquê de noiva e arranjo de rosas do Ateliê de flores, em Alto de Pinheiros
Na esquerda, buquê de noiva com flores artificiais. Na direita, arranjo de rosas de tecido delicado.
Créditos: atelierentreflores.com.br e buqueatelierdeflores.com.br

Flores para Refugiados

Tudo começou quando Gabriela Shapazian tinha 15 anos e foi para a Grécia, com a mãe Kety, para a missão de receber refugiados. A situação tocou seu coração e a menina voltou no ano seguinte, e lá ficou trabalhando, dando aulas de inglês para refugiados e seus filhos, e se dedicando à causa.  

Para ajudar com as despesas da filha, Kety abriu a Flores para Refugiados, uma empresa familiar onde trabalham ela, a mãe e a irmã, cujo lucro é voltado, parte para Gabriela se manter, parte para prover seu trabalho humanitário, que não se resume a Grécia, mas também a outros países. 

Onde: Rua Professor Nova Gomes, 84, tel. (11) 98255-6688,  

Instagram: @florespararefugiados

Arranjos de flores do Flores para Refugiados, em Alto de Pinheiros
Na esquerda, arranjo de flores e frutas para ajudar refugiados. Na direita, arranjo em tons de amarelo e laranja.
Crédito: followthecolors.com.br

Gastronomia de Alto de pinheiros: prazeres da boa mesa

Cór 

O restaurante surgiu de uma parceria entre Renzo Garibaldi e Alexandre Mora, que uniram habilidades para montar uma casa única e de menu autoral. Assim nasceu o Cór, que promete oferecer uma experiência gastronômica diferente. 

A atmosfera é industrial, a cozinha aberta e a churrasqueira ficam à vista, e muitas das delícias servidas são pratos feitos à lenha, carnes maturadas a seco por até 60 dias (dry aged), o que traz sabores complexos e textura única. Um paraíso para quem aprecia uma boa carne. 

Carne maturada do restaurante Cór, de Alto de Pinheiros
Carne maturada e feita à lenha.
Crédito: corgastronomia.com.br

Onde: Praça São Marcos, 825, tel. (11) 3726-2908 

Costa Nova 

O Costa Nova é o português recomendado pelos moradores do bairro. Ao abrir o menu é fácil imaginar que dali sairá o melhor da culinária lusa. No item Da Nossa Tasca estão alheiras, tábuas de queijo da serra ou lulas à sevilhana. 

No que trata de pratos principais, são muitas as maneiras de servir o bacalhau, e as sobremesas são tentadoras natas do céu, pastéis de nata, encharcadas de ovos… Mas há mais, muito mais, porque o menu não é nada enxuto.

Fachada do Costa Nova, restaurante no Alto de Pinheiros
Fachada do Costa Nova, certo ar de litoral.
Crédito: restaurantecostanova.com.br

Onde: rua Vupabussu, 79, tel. (11) 3032-3273 

Vila das Meninas 

Quem vive nas redondezas recomenda a simplicidade e delícia da culinária do Vila das Meninas, restaurante montado por duas mineiras que ficaram amigas em São Paulo. 

Cozinheiras de forno e fogão, decidiram abrir o restaurante que tem um jeito mineiro de ser. Uma casinha no fim de um corredor, árvores e plantas que remetem ao interior, decoração rústica e descontraída, poucas mesas e uma gastronomia brasileira.

Singela como um bom bife com batatas (entre outros pratos mais elaborados, claro!). O cardápio é recheado de outras gostosuras salgadas e os doces que, elas chamam de doçuras.  

Camarão no coco do restaurante Vila das Meninas, no Alto de Pinheiros
Camarão no coco, Vila das Meninas.
Crédito: heleninhaskitchen.com

Onde: rua Padre Carvalho, 139, tel. (11) 3037-7777

Cultura e boas compras em Alto de Pinheiros 

Todo bairro que tem um shopping fica ainda mais completo e desejável. E um monumento a cultura, como o Instituto Tomie Ohtake então, nem se fala. E Alto de Pinheiros tem esses dois templos: das compras e da cultura

O shopping Villa-Lobos fica colado no parque, mas sua entrada é pela Marginal. Relativamente pequeno, esse shopping tem um mix de lojas similar ao de outros shoppings de bairros classe A, sem as grifes importadas do Iguatemi ou Cidade Jardim –– mas encontra-se de tudo por lá.  

O que faz a diferença são as sete salas de cinema Cinemark, sendo que duas delas têm as confortáveis poltronas D-Box, perfeitas para interagir, por controle remoto individual, com o filme, e o Movie Bistrô, com menu especial. 

Shopping Villa-Lobos em Alto de Pinheiros
O shopping do bairro.
Crédito: mercadoeconsumo.com.br

O Villa Conteúdo oferece cursos de autoconhecimento da The School of Life e o Stararte especial para crianças. 

Onde: Av. das Nações Unidas, 4777, tel. (11) 3024-3738 

O Instituto Tomie Ohtake, inaugurado em novembro de 2001, foi pensado para realizar mostras nacionais e internacionais de artes plásticas, arquitetura e design.

Além de apresentar os 60 anos de trabalho da grande artista que batiza o instituto, está de portas abertas para o público, com todas os medidas de precaução, higienização e cuidados tomadas, e algumas mostras agendadas. 

Na direita, Lumina, retrospectiva de Mariana Palma. Na esquerda, poema na arte de Tomie Ohtake.
Crédito: institutotomieohtake.org.br

Lumina é a exposição de Mariana Palma, uma das participantes da mostra comemorativa dos dez anos do instituto de 2011. Essa é sua primeira individual em uma instituição cultural, uma mostra retrospectiva de desenhos e pinturas que rememoram os trabalhos da artista. Tomie Ohtake: Poesia se medita, que relaciona a obra de Tomie com a poesia oriental e o haicai, também está em cartaz. 

Onde: Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 (entrada pela R. Coropes, 88), tel. (11) 2245-1900 

Diversas especialidades Mind, Body & Soul em Alto de Pinheiros

Super Saudável

Um supermercado onde tudo o que está à venda é orgânico, natural ou lactofree, sem glúten, sem açúcar, vegano, integral, vindos de pequenos produtores certificados. E as verduras são cultivadas com a técnica de aquapônia. 

Crédito: http://ssaudavel.com.br/

Onde: Av. São Gualter, 931, tel. (11) 3198-6871 

Empório Alto de Pinheiros

O point dos cervejeiros, com 43 torneiras jorrando os melhores chopes, e dezenas de rótulos de cervejas de todas as procedências.

Dezenas de rótulos de cerveja no Empório Alto de Pinheiros.
Crédito: ontheroad.blog.br

Onde: Rua Vupabussu, 305, tel. (11) 3031-4328

Bona Casa de Música

De cara nova, é restaurante de dia e passa a ser casa de shows nas noites de quinta a sábado, com música autoral da melhor qualidade, enquanto um jazz suave está na pauta das terças e quartas. 

Bona: casa de música a noite.
Crédito: Baresesp.com.br

Onde: Rua Álvaro Anes, 43, tel. (11) 3812-8400 

Flutuar Float Center

Para relaxar, a dica é o Flutuar Float Center, uma técnica que proporciona um relaxamento profundo, ajuda a combater o estresse, boiando em tanques de águas tépidas, como se estivesse no Mar Morto, sem nenhum esforço e com a ajuda da cromoterapia.

Flutuando como no Mar Morto.
Crédito: flutuar.me

Onde: Av. Pedroso de Morais, 1803, tel. (11) 96379-2036, [email protected]

iFLY

iFLY é a realização de um dos sonhos mais antigos da humanidade. Somos uma escola de paraquedismo indoor, que ensina as técnicas de voo e manobras da modalidade em um túnel de vento de alta tecnologia. Voar com a iFLY é o primeiro passo para se divertir e encontrar novos desafios.

Crédito: https://iflybrazil.com/

Onde: Av. Dra. Ruth Cardoso, 6873, tel. (11) 3031-0491, ingresso.iflybrazil.com

 

Oportunidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami