Clubes: jovem mulher relaxando na piscina

Clube Pinheiros: o bairro com dois clubes

Os clubes do bairro Clube Pinheiros são os dois maiores da cidade. O Esporte Clube Pinheiros, renomado formador de atletas, e A Hebraica, de perfil mais cultural e artístico.

O Esporte Clube Pinheiros é um espetáculo a parte. Fundado no final do século 19, ele ocupa uma área de 180.000m2, sendo que 80.000m2 são de área verde. 

O maior clube poliesportivo da América Latina, é reconhecido como um formador e mantenedor de atletas de alto nível, responsável por 12 medalhas olímpicas. 

Também não pode-se esquecer a cultura e o lazer, oferecendo uma variedade de atividades sociais, esportivas e culturais para seus sócios, atletas e convidados. Se você pensar em esportes, a lista é imensa. 

O mesmo acontece com as atividades específicas não competitivas e os cursos. Restaurantes, bares e lanchonetes, localizados em pontos estratégicos são vários, é só escolher o que você quer comer. 

Beleza e bem-estar? De barbearia à sauna, salão de beleza, massagens. E tecnologia de ponta em todos os seus serviços. Uma de suas metas é chegar a 2030 como um oásis em meio ao concreto da cidade e referência de ética, responsabilidade social, ambiental e econômica.

Na imagem da esquerda, lago do Clube Athlético Pinheiros. No centro, parque aquático externo. Na direita, viveiro de araras.
Créditos: ecp.org.br

Quase que colados um no outro, a Hebraica é um clube social, cultural, recreativo e esportivo, considerado uma das grandes instituições privadas da comunidade judaica no Brasil. 

Sua história data de 1953, quando foi fundada a associação civil por membros importantes da comunidade. Dois anos mais tarde, foi lançada a pedra fundamental da construção da primeira sede, em um terreno de 29.000m2, de frente para o rio Pinheiros e a rua Hungria. 

Mais dois anos se passaram até que o famoso arquiteto modernista Gregori Warchavchik entregasse a sede original pronta. 

Décadas mais tarde o clube ganhou mais espaço (hoje são 55.000m2), uma nova sede seguindo os preceitos arquitetônicos de Warchavichik, oito quadras de tênis e seis poliesportivas, quatro piscinas e uma completa área de serviços com academias de fitness, espaço para bebês, praça de alimentação além de lanchonetes, bares e restaurante. 

Consolidou-se como importante um centro cultural, com dois teatros – Anne Frank e o Arthur Rubinstein –, cinema, galeria de arte, a apresentação de concertos internacionais, do festival de Cinema Judaico, e mostras na Galeria de Arte que enriquecem o panorama cultural da cidade.

A Hebraica oferece, também, 20 modalidades esportivas, cursos variados, uma programação after school para os jovens, a escola Alef Peretz, com ensino fundamental e médio. E muito mais.

Na esquerda, o clube A Hebraica visto do alto. Na direita, detalhe da estrutura tensionada que cobre o bar.
Créditos: nelsonkon.com.br

 

Na esquerda, o terraço da sede, formado por uma estrutura tensionada, onde está o bar da piscina. Na direita, quatro piscinas formam o Centro Cívico.
Créditos: google.com.br/nelsonkon.com.br e baressp.com.br/google

Oportunidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami