Na Fazenda Boa Vista, golfe é paixão

O Brasil, hoje, tem cerca de 20 mil golfistas cadastrados, mais de 117 campos espalhados pelo País, e cada vez atrai mais apaixonados. A menina dos olhos da JHSF não poderia deixar de incorporar, também, um campo de golfe com um dos melhores.

Campo de golfe projetado por Randall Thompson.
Crédito: divulgação Fazenda Boa Vista

O golfe chegou ao Brasil no final do século XIX, trazido por imigrantes ingleses que vieram construir a São Paulo Railway. Com o tempo foi conquistando adeptos até virar mania nacional – é quase pleonasmo dizer que a maioria dos condomínios de luxo tem seu campo de golfe. 

A Fazenda Boa Vista tem dois, de dezoito buracos. Sendo que o primeiro deles, aberto em 2009, foi desenhado e construído por Randall Thompson, e o segundo pelo mais consagrado golfista norte-americano, Arnold Palmer

Os dois são complementares por conta de seus trajetos e dificuldades bastante distintos, têm seus próprios clubhouse e driving range, e percursos entre lagos e matas. Isso graças às artes da paisagista Maria João D’Orey, que estão perfeitamente integradas com o natureza.

O campo projetado pelo escritório de Palmer (morto em 2016) para a Fazenda Boa Vista foi concebido visando a estratégia do jogo, sustentabilidade e diversão, e suas características técnicas permitem que ele receba torneios importantes como o PGA Tour. 

São cinco tees de saída. Os primeiros buracos são mais fáceis e então as dificuldades começam. O buraco 7, par 4, é lindo, curto, mas perigoso, com água em toda a esquerda até o green. O buraco 14, par 3, é um cartão postal superprotegido por 5 bancas de areia profundas, entre as muitas que desafiam as tacadas mais longas. Já o buraco 15, par 5, é o mais longo do campo, e do Brasil.

The King

Arnold Palmer foi um dos maiores golfistas da história do esporte que tem, hoje, mais de 20 mil jogadores no Brasil. Premiadíssimo, Palmer conquistou inúmeros PGA Tour e Champion Tour e faz parte do “The Big Three” de golfe junto com Jack Nicklaus e Gary Player. Ele costumava dizer que “o golfe é enganosamente simples e extremamente complicado”.

Lagos recortam o campo de golfe desenhado por Arnold Palmer.
Crédito: divulgação Fazenda Boa Vista

Golfe Club House 

É o ponto de encontro dos golfistas da Fazenda Boa Vista, antes e depois das partidas. O projeto, assinado por Isay Weinfeld é perfeito para as comemorações no final das partidas, tomando um drink na varanda. E o restaurante e o bar que servem gastronomia assinada pelo Fasano, mais uma opção de programa.

Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami